Meio Ambiente

Arrastão recolhe 20 toneladas de lixo eletrônico em Cianorte

A população cianortense atendeu ao chamado em prol da conservação ambiental, entregando aproximadamente 20 toneladas de eletrodomésticos, micro-ondas, televisores, computadores, impressoras, notebooks, celulares, pilhas, entre outros equipamentos. A ação aconteceu no último sábado (06), em frente à Câmara de Vereadores, com a realização do 2º Arrastão do Lixo Eletrônico.

Promovida pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (SEMMA), em parceria com a Associação Comercial e Empresarial de Cianorte (ACIC), o Conselho do Jovem Empreendedor (CONJOVE) e a Associação Regional de Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos de Cianorte (AREARC) e com o apoio de empresas e clubes de serviços, a campanha também recolheu cerca de 2 mil lâmpadas e 250 litros de óleo de cozinha.

“Estamos bastante felizes com o resultado deste arrastão, pois conseguimos dobrar a quantidade de lixo recolhido no último ano e isso significa que impedimos que esses equipamentos tecnológicos fossem para o aterro sanitário ou descartados de forma inadequada, prejudicando o meio ambiente. É importante destacar que este tipo de resíduo é muito nocivo por conter substâncias tóxicas, como chumbo, níquel, mercúrio e alumínio que contaminam a água, o solo e a atmosfera, causando danos à saúde”, explicou a chefe da Divisão de Educação Ambiental, Cristiane Marchini Roco.

A SEMMA informa para aqueles que não conseguiram participar do arrastão, que os materiais eletrônicos podem ser entregues no Viveiro Municipal Benedito Zanzarine, todas as quintas-feiras, no período das 14 às 16 horas. Além disso, outros serviços para o descarte do lixo estão à disposição da comunidade: para dar destino correto à móveis e galhadas, o interessado deve ligar para o número 3631-6461 e solicitar o recolhimento; já os entulhos devem ser levados ao depósito da Mãe Biela, localizado na Vila Sete.

Combate à dengue

No sábado foi realizado, ainda, o dia D da Campanha Nacional de Combate à Dengue, com a conscientização dos motoristas que transitavam pela região central de Cianorte. Na ação, eles receberam materiais explicativos sobre os perigos da dengue e as formas de combater o mosquito.

“Em 2014, o município teve 474 casos confirmados da doença, sendo 470 autóctones e 04 importados. Agora que estamos entrando no período do verão a atenção e o cuidado precisam ser redobrado para a eliminação dos possíveis criadouros dos mosquitos transmissores. A ajuda da população é fundamental nesse sentido, a Prefeitura tem investido recursos humanos e materiais no combate à dengue, como a contratação de agentes e mutirões de limpeza. No entanto, se os cianortenses não adquirem o hábito de fiscalizar seus próprios imóveis e destinar corretamente o lixo gerado neles não existirão ações públicas que resolvam”, enfatizou a supervisora do Programa de Combate à Dengue, Vera Lucia Fusisawa.