Educação

Aprovados em História na EAD/UEM de Cianorte devem efetivar matrícula

Período vai de 13 a 15 de fevereiro. A não realização implica na perda da vaga
(Foto: ASCOM PMC)

Foram divulgadas, na manhã da última terça-feira (07), as listas com os aprovados nos vestibulares da Universidade Estadual de Maringá (UEM). Na modalidade de Educação a Distância (EAD), o polo de Cianorte ofertou 25 vagas para o curso de Licenciatura em História, sendo 20 universais e 05 para cotistas. Os aprovados devem fazer a matrícula entre os dias 13 e 15 de fevereiro, pelo site da Diretoria de Assuntos Acadêmicos (www.daa.uem.br). Já a documentação, deve ser enviada por correio até o dia 16 de fevereiro.

            “Alertamos aos aprovados que a não realização da matrícula implica na perda da vaga. Por isso, é essencial respeitar o prazo de efetivação. Além disso, destacamos que o curso de História em Cianorte teve a segunda maior concorrência da modalidade EAD da UEM, com 5.3 candidatos por vaga universal e 2.4 por cotista. Assim, temos pessoas aguardando a segunda chamada”, aponta a secretaria municipal de Educação e Cultura de Cianorte, Maria Neuza Casassa.

As aulas terão início no dia 04 de março e o curso está sendo ofertado na Capital do Vestuário pelo Sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB), que tem polo instalado nas dependências da Escola Municipal Lidia Usuy Ohi, na Zona 06. Sua implantação, em 2015, ocorreu após um complexo processo pleiteado pela parceria entre o Campus Regional de Cianorte da UEM e a Secretaria Municipal de Educação e Cultura da Prefeitura. A unidade conta com o curso de Letras Português/Inglês em andamento.

“Foi uma grande luta para trazermos a UAB para Cianorte e, assim, ampliarmos o acesso ao ensino superior gratuito e de qualidade em nossa cidade. Por isso, ficamos muito satisfeitos em verificar a procura dos cianortenses pelos cursos que são ofertados. Sabemos que a demanda é alta, como podemos comprovar pelas concorrências do vestibular, e estamos buscando maneiras de supri-la”, afirma o prefeito Bongiorno.