Cidades

Após oito dias internada, Milena recebe alta e volta para casa

Criança atingida por uma trave na quadra da escola teve alta na quarta-feira
(Foto: Arquivo )

A aluna Milena Carnicele Gasparoto, 7, recebeu alta do Hospital Metropolitano de Sarandi na quarta-feira às 17 horas e pode voltar para casa em Cianorte. A criança sofreu um acidente na manhã de quarta-feira (17) na Escola Municipal Castro Alves, quando foi atingida por uma trave de gol na parte superior da cabeça.

De acordo com o pai de Milena, Juliano José Gasparoto, 38, a menina ainda vai precisar fazer acompanhamento neurológico e deve voltar para a escola em 30 dias. “Nós agradecemos todas as orações que foram destinadas à Milena. Ela ainda vai precisar ir ao neurologista para mais avaliações, nós também estamos acompanhando as reações dela em casa”, afirma o pai.

“Ela está bem, lembra-se de tudo e de todos. Sobre o acidente, ela lembra que aconteceu, mas não lembra que ela foi a vítima”, diz Gasparoto. O pai ainda comenta que a primeira coisa que Milena fez quando voltou para casa foi ver a cachorrinha, Princesa.

INVESTIGAÇÃO

A Polícia Civil em Cianorte ainda não confirmou se vai investigar o acidente que vitimou a garota Milena Carnicele Gasparoto. Procurados ontem para esclarecer o caso, os delegados lotados na 21ª Subdivisão Policial não foram encontrados para comentar o caso. O escrivão Josué Pereira informou apenas que tem mais de 70 inquéritos em sua mesa e que naquele momento não poderia dizer se o acidente estava sendo investigado. Segundo ele, uma reposta precisa sobre o caso poderá ser esclarecida apenas na segunda-feira, 29.

ENTENDA O CASO

O acidente que vitimou Milena ocorreu durante aula de educação física na quadra da escola, quando uma das alunas subiu na trave do gol, que estava solta, e caiu na cabeça de Milena que está no 2° ano do Ensino Fundamental.

A menina foi socorrida pela equipe da escola e levada pelo Samu ao Hospital Santa Casa de Cianorte, porém devido à gravidade do caso, a menina foi transferida pelo helicóptero do Samu para o Hospital Metropolitano de Sarandi, que tem Unidade de Terapia Intensiva especializada em pediatria.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, quando os socorristas chegaram a menina estava no chão e havia muito sangue. A garota estava agitada, o que segundo os bombeiros é uma das características de traumatismo craniano encefálico.

Milena começou a apresentar melhoras durante o fim de semana e saiu da UTI do Hospital Metropolitano de Sarandi na segunda-feira (22). Segundo a tia da vítima, Marcia Aparecida Gasparoto, a menina sofreu duas pancadas, uma na parte frontal da cabeça, quando a trave bateu, e outra na nuca quando ela caiu no chão.