Polícia

Animais silvestres são encontrados em cativeiro

O filhote de quati foi encontrado preso em uma gaiola (Foto: DIVULGAÇÃO PM AMBIENTAL)

A equipe da Polícia Ambiental de Umuarama recebeu uma denúncia anônima, na segunda-feira (9), de que um morador de Cruzeiro do Oeste estaria mantendo um quati preso em uma gaiola. Policiais foram até o endereço informado e encontraram o animal em cativeiro.

Além do quati, o homem também mantinha três pássaros silvestres em gaiolas, sendo um tico-tico rei, um canário-terra e um melro. O responsável não possuía licença para criação. Também foram localizados 4,5 kg de carne de tatu congelada e um casco do animal.

A carne e os animais foram apreendidos pela polícia e o indivíduo foi encaminhado para a Delegacia de Cruzeiro do Oeste, onde assinou um Termo Circunstanciado. Por enquanto, ele vai responder pelos crimes ambientais em liberdade e pode pegar de seis meses a um ano de detenção. O infrator também será multado pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP).

O quati e os pássaros foram encaminhados para atendimento médico veterinário, onde serão submetidos a exames para verificar se eles poderão ser reinseridos no meio ambiente. A carne apreendida foi inutilizada e destruída. (Com informações Polícia Ambiental)