Esportes

Amistoso do Cianorte termina sem gols

Jogo-treino fez parte da preparação das duas equipes para a Série D do Brasileiro
Quase todos os jogadores disponíveis foram testados em campo (Foto: ASSESSORIA CIANORTE FC)

Ninguém conseguiu balançar as redes no jogo-treino entre Cianorte e Maringá, domingo (8), no Estádio Albino Turbay. O amistoso fez parte da preparação dos dois times para a Série D do Campeonato Brasileiro, que começa no dia 22. Os técnicos aproveitaram a partida para testar a maior quantidade possível de jogadores e avaliar o que ainda precisa ser ajustado antes do início da competição.

O Leão iniciou o jogo-treino com: João Gabriel, Filipe Ramon, Feliphe Gabriel, Montoya e Gerônimo; Sidnei, Carrilho e Morelli; Eduardinho e Maikinho e França. No segundo tempo, Marcelo Caranhato trocou toda a equipe e a formação foi: Matheus Faganello, Arroyo, Marcão, Formiga e Guilherme Lucena; Jovany, Felipe Conchal, Edílson e Xavier; Murilo e Neto Costa.

Para o técnico, os principais objetivos na pré-temporada são mudar a ideia de jogo e equilibrar o grupo. “Eu queria trabalhar com todos os atletas, deixá-los em condições iguais e fazer com que todos entendessem esse novo jeito de jogar. A equipe adversária valorizou nosso trabalho e também aproveitou a oportunidade. O Maringá colocou em campo todos os jogadores que foram contratados agora para a Série D e nós tivemos o controle da partida, criamos alguns lances de perigo e espero que possamos evoluir mais, porque a minha preocupação é justamente ficar parado em um só sistema”, afirmou.

Segundo Caranhato, a comissão técnica estudou novas formas de jogo, novas variações e novas alternativas durante o período de férias dos jogadores, que agora serão colocadas em prática nos amistosos.

As equipes voltam a campo no próximo sábado (14) para mais um jogo-treino, desta vez em Maringá. A partida será às 10 horas e o local ainda será confirmado.

MUDANÇAS

Oito jogadores que integraram o elenco do Cianorte no Paranaense não fazem mais parte da equipe. Segundo a assessoria, alguns foram dispensados e outros não renovaram contrato, além dos que foram emprestados a outros clubes, como Clebinho, que foi para o São Gabriel-RS e André Luís, que foi para a Ponte Preta-SP e vai disputar a Série B do Brasileiro. Gustavo Rodrigues, Juliano, Mateus Pivô, Richarlyson, Deco e Robert Fischer também saíram.

Os reforços confirmados pela diretoria do clube até agora são: o atacante Rodrigo Alves (Pelézinho) e os meias Carlos França e Thomas Anderson.