Esportes

Ajustado na defesa, Leão do Vale busca solução ofensiva na reta final da preparação

Setor defensivo deverá ser um dos pilares do time comandado pelo técnico Cristian de Souza
Cristian de Souza: “Temos uma identidade defensiva bem marcante” (Foto: Martins Neto / Tribuna)

Faltam apenas dez dias para a estreia do Cianorte FC no Campeonato Paranaense 2019. No próximo dia 20, às 17 horas, o Leão do Vale recebe o Londrina EC, no Albino Turbay, pela primeira rodada do Estadual.

Em reta final de preparação, o objetivo agora é ajustar os últimos detalhes da equipe. O setor defensivo deverá ser um dos pilares do time comandado pelo técnico Cristian de Souza, que vem utilizando uma linha de cinco, com três zagueiros e dois alas. Durante os amistosos, a equipe se destacou defensivamente, apresentando marcação forte e bastante segurança.

Agora, o desafio é “encaixar” a parte ofensiva, que recebeu recentemente dois reforços para o setor: Vandinho e Frontini. O primeiro possui características diferentes, pois também pode ser utilizado pelos lados do campo. Já o experiente Frontini, faz a função que, na visão do técnico cianortense, estava faltando: a de “homem-gol”. Ou seja, a grande referência da equipe dentro da área.

“Já fizemos 80% da nossa pré-temporada. Temos uma identidade defensiva bem marcante. Estaremos muito sólidos na parte defensiva. Tomamos poucos gols nos amistosos e, os gols que sofremos, foram quando havíamos trocado todas as peças. Com o nosso time titular mesmo, ainda não sofremos gol. Nesta fase final de preparação, daremos ênfase na parte ofensiva. Com a chegada do Frontini, que era o homem de referência que precisávamos, vamos buscar a melhor formação na parte ofensiva. Este é o desafio nos últimos dias da pré-temporada” avalia o técnico Cristian de Souza em entrevista à TRIBUNA.

Através das variações utilizadas nos amistosos, já é possível perceber um esboço da equipe que pode ser utilizada no início da competição: Silvio; Maurício, Breno (Montoya) e Formiga; Filipe Ramón, Gerônimo (Dartora) e Jovany (Sidnei); Carrilho (Guioto), Fernandinho, Thiago Santos (Xavier) e Frontini (Vandinho).

“Esperamos estar preparados ao máximo para iniciar nossa maratona de jogos. Nas duas primeiras semanas faremos cinco jogos e precisaremos de todo mundo. O trabalho da comissão técnica é manter todos os atletas concentrados e motivados, até mesmo aqueles que, num primeiro momento, iniciarão como reservas. Lá pela segunda ou terceira rodada utilizaremos todo mundo. Nosso grupo é bem enxuto, com apenas 23 jogadores de linha. Todos serão utilizados” afirma Crisitan.

A partir de agora, os treinamentos técnicos e táticos serão realizados no Estádio Albino Turbay. O objetivo é adaptar a equipe ao gramado, que é consideravelmente diferente do utilizado no centro de treinamentos do clube. Antes da estreia, a equipe ainda realiza o seu último teste, que será diante do Toledo EC, sábado, 12, as 17 horas, na casa do adversário.