Cidades

Agências da Caixa atendem em horário especial nesta quinta e sexta

Prazo para sacar as cotas do PIS e do Pasep termina nesta sexta-feira para beneficiários com menos de 60 anos
["A Ag\u00eancia Cianorte fica na Avenida Maranh\u00e3o, n\u00b0 12 "," ",""] (Foto: MÔNICA CHAGAS / TRIBUNA)

Para facilitar o atendimento aos trabalhadores que ainda não sacaram o PIS, as agências da Caixa Econômica Federal de Cianorte e região vão abrir às 9 e fechar às 16 horas hoje (27) e amanhã (28), totalizando duas horas a mais de atendimento. O prazo para que os cotistas com menos de 60 anos retirem o benefício termina nesta sexta-feira.

O valor a ser recebido e o melhor canal para o saque podem ser consultados no site www.caixa.gov.br/cotaspis. Caso o dinheiro já tenha sido creditado em conta, o site também informará a conta e o banco em que o PIS foi depositado.

Até segunda-feira (24) foram pagos R$ 9,6 bilhões aos trabalhadores cadastrados no Fundo PIS/Pasep entre 1971 e 1988. Mais de 4 milhões de pessoas com menos de 60 anos, que possuem o benefício, ainda não resgataram sua cota do PIS, contabilizando R$ 5,7 bilhões disponíveis para o saque. No Paraná, 260.104 pessoas ainda não retiraram o dinheiro, que soma um montante de R$ 325.953.884,70 milhões.

Na última semana, a Caixa transferiu cerca de R$ 1,7 bilhão aos trabalhadores que possuem conta em bancos privados. A medida foi decorrente de um acordo feito pelo Ministério do Planejamento, Febraban e oito bancos.

Em relação ao Pasep, que é administrado pelo Banco do Brasil e vinculado aos servidores públicos civis ou militares, quase 480 mil pessoas ainda não sacaram R$ 650 milhões disponíveis. As consultas podem ser feitas no endereço eletrônico www.bb.com.br/pasep. A ferramenta informa se o participante tem ou não cota, mas como os saldos do Pasep estão protegidos por sigilo bancário, o valor disponível para saque não pode ser informado.

A partir de 1º de outubro, os saques voltarão a ser permitidos somente para os cotistas que atendam a um dos critérios previstos: pessoas com 60 anos ou mais, aposentados, herdeiros de cotistas, pessoas em situação de invalidez ou acometidos por doenças específicas.

O beneficiário com menos de 60 anos que não fizer o saque até sexta não perde o dinheiro, mas só conseguirá sacar se estiver enquadrado em algumas das hipóteses acima ou se o governo permitir novamente que o saque seja feito em qualquer idade. (Com informações G1 e Imprensa Caixa)