Violência

Agência Sicredi de S. Lourenço explodida e roubada pela 3ª vez

“O estrondo foi tão alto que deve ter acordado metade da cidade”, disse um morador do distrito de São Lourenço, que na madrugada de hoje (16) foi alvo de bandidos. Quatro homens “armados até os dentes” explodiram dois caixas eletrônicos da agência do Sicredi e fugiram com o dinheiro. O montante não foi divulgado pelo banco, que também proibiu a entrada da imprensa para fazer imagens do local. Os vizinhos não quiseram falar com medo de represálias dos bandidos e as informações foram repassadas pela polícia.

Era por volta das 3h30 quando a ação foi registrada. De acordo com o investigador chefe da Polícia Civil de Cianorte , Claudemir Garcia “a polícia tem idéia do armamento que eles utilizaram, sendo um fuzil 762, um calibre 12 e uma pistola 9 milímetros. Os policiais militares que atenderam a ocorrência encontraram essas cápsulas no local”, contou o investigador, emendando que “vestígios de dinamites também foram localizados dentro da agência”.

Após o roubo os bandidos fugiram em um veículo Siena e abandonaram o mesmo nas imediações da ponte nova da estrada Pão de Açucar, também conhecida como a estrada velha para São Lourenço. Após verificação foi constatado que o Siena era produto de furto, ocorrido no último dia 10 em Terra Boa.

Como a ponte está em construção, a polícia suspeita que os elementos abandonaram o carro e fugiram em outro veículo que esperava do outro lado do rio, onde havia pegadas e marcas recentes de pneus de carro. Durante vistoria no interior do veículo, foi encontrado em baixo do banco do motorista, uma munição de fuzil, calibre 762 e pedaços dos caixas eletrônicos a qual foi explodidos.

O veículo foi recolhido e encaminhado até a delegacia de polícia de Cianorte para as devidas providencias. Até o fechamento desta edição a polícia não tinha novidades sobre o caso. Esta foi a terceira vez que a agência Sicredi de São Lourenço foi alvo de bandidos.