Educação

82% dos adolescentes em socioeducação tiveram aprovação no Encceja

Encceja PPL foi realizado nos dias 8 e 9 de outubro de 2019, nas 16 Unidades de Internação do Paraná (Foto: AEN)

Os adolescentes que cumprem medidas socioeducativas nas Unidades de Internação do Paraná realizaram as provas do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja PPL/2019) e 82% dos participantes obtiveram aprovação em ao menos uma das áreas de conhecimento. Os resultados foram divulgados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), na última semana.

Em 2017 foram 492 inscritos, com aprovação de 60% e em 2018 foram 473 inscritos com aprovação de 74%. Na edição 2019, foram inscritos 461 adolescentes e 82% obtiveram aprovação. “Isso demonstra o comprometimento das equipes das Unidades Socioeducativas e dos profissionais do Programa de Educação na Socioeducação, que apoiam e organizam o Exame nas unidades”, diz o secretário de Estado da Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost.

“Eles motivam os adolescentes a participarem de todas as ações educacionais propostas que contribuem significativamente para o processo de formação de cada um”, explica. Os adolescentes que participaram do Exame realizaram provas objetivas, para fins de obtenção da Certificação de conclusão do Ensino Fundamental ou do Ensino Médio. Eles poderão utilizar o desempenho no Exame, também, para fins de obtenção de Declaração Parcial de Proficiência.

O Encceja PPL foi realizado nos dias 8 e 9 de outubro de 2019, nas 16 Unidades de Internação do Paraná. As Unidades que participaram foram Campo Mourão, Cascavel II, Fazenda Rio Grande, Foz do Iguaçu, Joana Miguel Richa (de Curitiba), Laranjeiras do Sul, Londrina II, Maringá, Paranavaí, Pato Branco, Ponta Grossa, Santo Antônio da Platina, São Francisco, São José dos Pinhais, Toledo e Umuarama.

“A oferta do Encceja nas unidades é uma ação importante para garantir avanços no processo de formação e desenvolvimento integral dos adolescentes que cumprem medidas socioeducativas”, afirma o chefe do Departamento de Atendimento Socioeducativo da Secretaria da Justiça, Família e Trabalho, David Antônio Pancotti.

Áreas de conhecimento

As provas foram organizadas por área de conhecimento e respectivos componentes curriculares. Para o Ensino Fundamental foram aplicadas provas de Ciências Naturais; História e Geografia; Língua Portuguesa, Língua Estrangeira Moderna, Artes, Educação Física e Redação e Matemática. Já para o Ensino Médio foram aplicadas provas das áreas de conhecimento de Ciências da Natureza e suas Tecnologias; Ciências Humanas e suas Tecnologias; Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e Redação e Matemática e suas Tecnologias.