Estado

52% das cidades não registraram homicídios no primeiro semestre

Em relação aos números do ano passado, foram 205 homicídios a menos no Estado
(Foto: AEN)

O primeiro semestre registrou uma redução de 20% no índice de homicídios dolosos em todo o Paraná, se comparado com o mesmo período de 2018. Em 52% das cidades (211 dos 399 municípios paranaenses) não houve registro deste tipo de crime, e em 124 (31%) foram apenas uma ou duas ocorrências registradas. Em relação aos números do ano passado, foram 205 homicídios a menos no Estado, conforme balanço divulgado nesta quarta-feira (07) pela Secretaria de Estado da Segurança Pública. De janeiro a junho, foram 828 registros de mortes violentas, número inferior as 1.033 ocorrências dos primeiros seis meses de 2018.

Segundo o secretário estadual da Segurança Pública, Romulo Marinho Soares, a queda nos índices de criminalidade é resultado de um conjunto de esforços. “Estamos trabalhando para combater o crime em todas as suas modalidades. O trabalho de inteligência, integração e planejamento de ações é constante para fornecer maior segurança para todos os paranaenses. E isso se reflete nas estatísticas de homicídio, furto e roubo”, explica.

Marinho atribuiu a diminuição dos números à integração entre as forças policiais, ao patrulhamento preventivo e ostensivo, e às investigações mais ágeis da polícia judiciária, que prendem criminosos e acabam por inibir novos crimes.

O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Péricles de Matos, atribuiu a redução da criminalidade a duas fases do trabalho policial. “Primeiro, é o direcionamento de operações específicas antecipadas pela inteligência policial, o trabalho de investigação, de produção de conhecimento, de inteligência dos locais onde ocorrem os maiores índices”, afirma. “Entendemos o que está acontecendo de verdade naquela cidade ou região e, a partir disso, agimos. Em segundo lugar, não menos importante, temos um planejamento primoroso”, acrescentou.

ÁREAS - Das 23 Áreas Integradas de Segurança Pública (AISP) do Estado, 16 registraram queda nos índices em 2019, sendo que em quatro houve redução igual ou superior a 50%. São elas: União da Vitória (-50%), São Mateus do Sul (-55,5%), Jacarezinho (-58%) e Cornélio Procópio (-70%).
A redução mais expressiva em todo o Estado foi na 21ª Área Integrada de Segurança Pública de Cornélio Procópio, que abrange 20 municípios, diminuiu o número de homicídios em 70% (foram 20 ocorrências de janeiro a junho de 2018, contra 6 no período de 2019).
Em números absolutos, a maior diminuição foi na 2ª AISP de São José dos Pinhais, que corresponde aos 22 municípios da Região Metropolitana de Curitiba. Foram 42 homicídios a menos (foram 213 no ano passado e 171 em 2019).

RESOLUÇÃO - Estudos técnicos comprovam que a certeza da descoberta do crime e da punição impacta diretamente na redução de índices da criminalidade e isso vem acontecendo no Paraná. “O aumento na efetividade dos trabalhos investigativos feitos pela Polícia Civil vem contribuindo diretamente para a redução de crimes de homicídios, roubos e furtos no Estado”, afirmou o delegado-geral da Polícia Civil, Silvio Jacob Rockembach.

MUNICÍPIOS COM MAIORES REDUÇÕES

Pontal do Paraná, Lapa, Altônia e Santo Antônio da Platina – 87,5%.

Rio Branco do Sul – 83,3%.

Campo Magro – 75%.

Fazenda Rio Grande – 68,7%.