Coluna ADI Paraná
Escola Sem Partido
Foto: Nani Gois/Alep

O presidente da Assembleia, deputado Ademar Traiano (PSDB), adiantou que vai colocar em votação o projeto de lei “Escola Sem Partido” no próximo 28 de maio. “Esse assunto vem sendo objeto de debates há mais de um ano, passou por todas as comissões e agora cabe então ao presidente pautar”, disse Traiano.

Apoio do Estado

O prefeito de Ponta Grossa, Marcelo Rangel (PSDB), conheceu a nova tecnologia para o transporte e como funciona o transporte público de Buenos Aires, que tem subsídio estatal. Rangel esteve ainda em Mercedes, cidade onde a empresa Agrale tem fábrica, e conheceu o ônibus movido a biogás. "O biogás usado pela empresa na Argentina é extraído do lixo doméstico de uma usina em Foz do Iguaçu. Queremos levar este projeto ao governo do Paraná para que possamos viabilizá-lo em Ponta Grossa", aponta.

Mãos Amigas

O deputado Hussein Bakri (PSD) firmou parceria entre a Comissão de Educação da Assembleia Legislativa e o Programa Mãos Amigas para expandi-lo pelo Paraná. Criado em 2012 para ressocializar presos do regime semiaberto, o projeto já reformou 380 escolas e economizou R$ 6,8 milhões ao Estado. “Essa é uma iniciativa na qual todos saem ganhando: o detento ocupa o tempo e a cabeça, reduz sua pena e ainda manda dinheiro para a família; o Estado economiza recursos; a comunidade tem os colégios de cara nova; e a sociedade reintegra esses cidadãos ao seu convívio”, destaca Hussein Bakri, líder do Governo e presidente da Comissão de Educação do legislativo estadual.

Agora, não!

Em tempos com mais de 13 milhões de brasileiros desempregados, governadores de 13 estados - MA, DF, PI, PE, CE, PB, ES, BA, RN, AL, SE, AM e TO - querem revogar o decreto do presidente Jair Bolsonaro que ampliou o porte de armas no país. “Julgamos que as medidas previstas não contribuirão para tornar os estados mais seguros. Ao contrário, terão impacto negativo na violência, aumentando a quantidade de armas e munições que poderão abastecer criminosos e os riscos de que discussões e brigas acabem em tragédias".

Todos na mesma cela

José Dirceu (PT), Eduardo Cunha (MDB), o ex-tesoureiro do PT, João Vaccari, e o ex-senador Gim Argello dividem a mesma cela no Complexo-Médico Penal em Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. Todos os 38 detentos da Lava Jato e de outros crimes ligados à corrupção que estão no presídio foram transferidos da Galeria 6 para uma ala do hospital penitenciário do complexo.

Impostômetro

Na próxima sexta-feira, 24, os brasileiros terão pago R$ 1 trilhão em impostos, de acordo com o Impostômetro da Associação Comercial de São Paulo. O montante corresponde ao total de 63 impostos, taxas, multas e contribuições pagas pelos brasileiros desde o início do ano nos três níveis de governo: municipal, estadual e federal.

Cigarro paraguaio

O Senado paraguaio rejeitou projeto que aumentava de 18% para 30% o imposto sobre cigarros produzidos no país. O Paraguai não ratificou um protocolo de eliminação do comércio ilícito de tabaco, que prevê o aumento da taxação como forma de desestimular o hábito de fumar. O Instituto Brasileiro de Ética Concorrencial aponta que no ano passado, o Paraguai produziu 62 bilhões de cigarros, mas consumiu ou exportou apenas 3,6 bilhões.

Reforma Tributária

O presidente da CCJ da Câmara dos Deputados, Felipe Francischini (PSL), planeja colocar em votação na próxima quarta-feira, 29, o projeto que trata da reforma tributária e disse “estranhar” a fala do presidente Jair Bolsonaro que afirmou que enviará ao Congresso uma PEC para reformular tributos logo após a aprovação da Reforma da Previdência. “Faz três semanas que eu pergunto para o governo se era para pautar (a reforma tributária), mas ninguém me respondeu", disse.

Rever acordo

“O nosso pedido é que o próprio Ministério Público Federal possa fazer uma revisão desse acordo de leniência para incluir as obras de duplicação das rodovias. São obras necessárias e estruturantes para o estado do Paraná. O acordo tem que ser revisto ou rescindido porque ele é contra o interesse público”, do deputado Romanelli (PSB) na audiência pública que debateu os acordos de leniência entre o MPF e as concessionárias do pedágio no Paraná.

___

Da Redação ADI-PR Curitiba

Coluna publicada simultaneamente em 20 jornais e portais associados. Saiba mais em www.adipr.com.br

"Temos que resolver"
Foto: Jane de Araújo/Agência Senado

"Estou muito preocupado com a economia brasileira. Estamos caminhando para uma crise econômica grave, e a dívida pública só aumenta. É preciso achar uma solução. Não adianta o Executivo culpar o Legislativo e vice versa. Temos que resolver" - do senador Oriovisto Guimarães (Pode-PR) ao se pronunciar na tribuna do Senado.

Convenção do DEM

Será no próximo sábado, 25, na Sociedade Thalia em Curitiba, a convenção estadual do DEM. Serão eleitos o novo diretório, delegados à convenção, conselho fiscal, conselho de ética e conselho consultivo. A convocação é do presidente do DEM no Paraná, deputado Pedro Lupion.

Consumo das famílias

O consumo das famílias vai aumentar no interior. Os dados do IPC Maps apontam que o potencial de consumo das famílias no país pode movimentar até R$ 4,7 milhões - 64,8% da somatória de bens e serviços - em 2019. As capitais perderão espaço no consumo, de 29,6% para 28,9%, e o interior vai elevar de 54% para 54,4%.

Fraudes no INSS

A MP que promove mudanças de combate a fraudes e acelera a revisão de benefícios irregulares no INSS, foi aprovada em comissão mista do Congresso Nacional e agora segue para votação em plenário. Dos 34 milhões de benefícios, estima-se que 3,8 milhões decorram de decisões judiciais. Há ainda mais de 3 milhões de processos com suspeitas de irregularidades, cuja revisão poderá economizar R$ 10 bilhões em um ano. Para tanto, serão criados programas específicos de revisão, com vigência estimada até o final do ano que vem.

Bolsonaro no Paraná

O presidente Jair Bolsonaro volta ao Paraná nesta quinta-feira, 23. Junto com o governador Ratinho Junior, inaugura a usina hidrelétrica Baixo Iguaçu na cidade de Capanema no Sudoeste. A usina construída no trecho final do rio Iguaçu, entre Capanema e Capitão Leônidas Marques, recebeu R$ 2,4 bilhões em investimentos. Com 350 megawatts pode produzir energia para atender mais de um milhão de pessoas. A Copel detém 30% de participação na usina.

Ziraldo e Netflix

Menino Maluquinho, personagem criado por Ziraldo, vai virar animação da Netflix através da ZAP (Ziraldo Artes e Produções) criada pelo paranaense Rogério Mainardes.“No ano em que Ziraldo completa 86 anos, abrimos as portas do mundo para o seu talento, por meio da Netflix, que o levará para as telas de cerca de 190 países. É um salto enorme para o reconhecimento mundial da obra do cartunista e para todo o potencial do licenciamento e merchandising que agora se abre num novo universo de negócios”, diz.

Partidos anistiados

O presidente Jair Bolsonaro sancionou a lei que altera regras de funcionamento dos partidos e anistia as multas daqueles que não aplicaram o mínimo legal em projetos que incentivam a participação de mulheres na política. Além da anistia, a nova lei dá autonomia aos partidos para definir o prazo de duração dos mandatos dos membros dos seus órgãos internos permanentes ou provisórios. O texto também desobriga diretórios municipais de prestar contas à Justiça Eleitoral caso eles não tenham registrado movimentação financeira durante o respectivo exercício.

Voe Paraná

O governador Ratinho Junior adiantou a um grupo de prefeitos do Noroeste que vai lançar nas próximas semanas o programa Voe Paraná para estimular a aviação regional. Pelo programa, serão usadas pequenas aeronaves que vão ligar Curitiba a 10 cidades do interior: Cornélio Procópio, Paranavaí, Toledo, Guarapuava, Paranaguá, Francisco Beltrão, Umuarama, Campo Mourão, Cascavel e Telêmaco Borba.

PCC no Paraguai

Estudo coordenado pelo professor Juan Martens, doutor em Criminologia da Universidade Federal de Pilar, revela que o PCC já é o grupo criminoso mais atuante no Paraguai, com domínio preponderante nas penitenciárias.

Legalize já

O deputado Vermelho (PSD) voltou a defender o projeto de lei que legaliza os jogos de cassino no País. “Desta vez o projeto sairá do papel porque o Brasil não pode continuar perdendo divisas e deixando de gerar milhares de empregos”, disse Vermelho. Segundo dados da Frente Parlamentar de Turismo, o País poderá arrecadar até R$ 30 bilhões por ano com a legalização dos jogos e gerar mais de 600 mil empregos diretos.

Legalize II

Vermelho quer urgência no projeto. “A legalização de cassinos gerará emprego e mais divisas para o país porque os brasileiros estão indo jogar no exterior. Nós temos o dever de agilizar e aprovar o projeto porque iremos tirar milhares de brasileiros da informalidade”.

___

Da Redação ADI-PR Curitiba

Coluna publicada simultaneamente em 20 jornais e portais associados. Saiba mais em www.adipr.com.br

Romanelli em todas
Foto: Orlando Kissner/Alep

Conhecido pela facilidade de tratar temas mais áridos e espinhosos, o deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) continua se articulando muito bem no legislativo. Com o histórico de líder dos governos Requião (MDB) e Richa (PSDB), Romanelli é 1º secretário da Casa e acumula relações da ponta direita à ponta esquerda, passando pelo centro do campo político paranaense.  

Três eventos que ocorrem nos próximos dias na Assembleia Legislativa foram propostos por Romanelli com o apoio de outros deputados. Na segunda-feira, 20, os reitores das universidades federais vão explicar sobre os cortes de verbas da União - um requerimento assinado com o deputado Professor Lemos (PT). Ainda na segunda-feira, por proposta de Romanelli, a Assembleia vai homenagear os quatro anos o Nota Paraná - um programa de destaque nos governos de Richa e Cida Borghetti (PP).

Na terça-feira, 21, uma audiência pública vai escrutinar o acordo de leniência assinado pelo MPF e a concessionária Rodonorte. Romanelli questiona as tarifas de pedágio desde sua implantação em 1997 e o requerimento convidando o MPF, concessionárias, OAB, PGE e DER é assinado em conjunto com o deputado Tião Medeiros (PTB).

Impacto das universidades

Estudo organizado pela professora Augusta Pelinski, da UEPG, aponta que cada real investido nas universidades estaduais retorna à economia multiplicado por quatro. “O incentivo dado à educação pública induz a produção, emprego, renda, promove o crescimento econômico. Compras de materiais, serviços e renda dos servidores significam injeção dinheiro no mercado. Ter uma universidade significa movimentar a economia. Quando comparada a outros setores, a educação pública mostrou-se um setor-chave no que se refere ao salário médio, ao multiplicador de produção e à geração de postos de trabalho”, diz Augusta Pelinski, organizadora do livro “As Universidades Estaduais e o Desenvolvimento do Paraná”. 

Semana da Indústria

Entre os dias 27 e 31 de maio, Ponta Grossa terá a ‘Semana da Indústria’, uma ação da Fiep, através do Sesi e Senai, com apoio da prefeitura. A semana é realizada em comemoração ao Dia Nacional da Indústria, celebrado em 25 de maio, e ofertará à população serviços gratuitos como cursos de capacitação profissional, exames de prevenção, atividades culturais e shows.

Tributação das exportações

A Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados aprovou requerimento do deputado Sérgio Souza (MDB-PR) que solicita ao Ministério da Economia informações a respeito dos dados utilizados para o cálculo da revogação das isenções sobre a tributação das exportações. A agropecuária brasileira, diz o deputado, é responsável por 23,5% do PIB e metade das exportações. 

Greca, menor salário

Levantamento do G1 em portais da transparência aponta que Rafael Greca (DEM) tem menor salário entre os prefeitos das capitais brasileiras. O maior subsidio é do prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PHS), com R$ 31.061,47. Depois vem os prefeitos Gean Loureiro (MDB), de Florianópolis, com R$ 26.385 e Íris Rezende (MDB), de Goiânia, que recebe R$ 25.865 mensais. O salário de Greca é de R$ 16.033,00. Geraldo Julio (PSB), prefeito de Recife; e Firmino Filho (PSDB), de Teresina, abriram mão dos proventos.

É inconstitucional

A Faep considera inconstitucional o projeto do deputado Tadeu Veneri (PT) que proíbe a pulverização aérea no Paraná. “Relatórios da Faep e Adapar, enviados aos deputados, mostram que a pulverização aérea é eficiente e fundamental para a agricultura do Paraná. A decisão da continuidade do projeto traz preocupação para o setor responsável por ser um dos pilares da economia do Estado e por gerar milhares de empregos”, destaca o presidente da Faep, Ágide Meneguette. O projeto de lei já foi aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça.

Copel investe no Noroeste

O Noroeste vai receber R$ 274 milhões em investimentos, anunciou o presidente da Copel, Daniel Pimentel. Nos próximos três anos serão construídas nove subestações, além de 167 quilômetros de linhas de alta tensão e outros 550 quilômetros de rede básica. “Estamos no caminho certo. Nos últimos cinco anos tivemos uma redução de 32% no número médio de desligamentos na região. E a tendência é melhorar cada vez mais”, diz Pimentel.

Enfermagem

O deputado Luciano Ducci (PSB) adianta que trabalha no Congresso Nacional para que os profissionais de enfermagem tenham a carga horária de trabalho reduzida de 40 para 30 horas semanais. "Além disso, um projeto de lei de minha autoria prevê o fim do ensino à distância para enfermagem. Quando fui prefeito de Curitiba, reduzi a jornada desses profissionais de 40 para 30 horas semanais, como preconiza a Organização Mundial de Saúde', DIZ dUCCI.  

Limpa no INSS

O deputado Paulo Martins (PSC-PR), relator da MP do INSS, manteve o artigo que acaba com a necessidade de declarações de sindicatos para que trabalhadores rurais possam requerer a aposentadoria. Pelo parecer, o trabalhador deverá apresentar declaração informando que exerceu atividades no campo para ter acesso ao benefício. O governo pretende economizar R$ 10 bilhões por ano com o combate às fraudes no INSS. 

Vice-líder

O deputado Soldado Adriano José (PV) é o 2º vice-líder do governo Ratinho Júnior na Assembleia Legislativa. Adriano José, eleito com 34 mil votos, integra as comissões de Segurança Pública, Direitos Humanos, Agricultura e Transporte. O 1ª vice-líder é o deputado Tiago Amaral (PSB) e o líder, o deputado Hussein Bakri (PSD).

___

Da Redação ADI-PR Curitiba

Coluna publicada simultaneamente em 20 jornais e portais associados. Saiba mais em www.adipr.com.br

Desemprego

A taxa de desemprego no País no primeiro trimestre foi de 12,7%. As menores taxas foram em Santa Catarina (7,2%), Rio Grande do Sul (8%) e Paraná e Rondônia (ambos com 8,9%). Os piores resultados foram registrados no Amapá (20,2%), Bahia (18,3%) , Acre (18,0%), Maranhão (16,3%) e Pernambuco (16,15%), Um quarto dos 13,4 milhões de desempregados estão há dois anos ou mais em busca de trabalho, segundo pesquisa do IBGE. Do total de desempregados, 24,8%, ou 3,3 milhões de pessoas, estão nessa condição há dois anos ou mais.

Emenda Lupion

O deputado Pedro Lupion (DEM-PR) recebeu carta de apoio de 46 entidades do setor produtivo à emenda na MP da Liberdade Econômica. Lupion propôs alteração no tabelamento do frete dos caminhoneiros ao definir como referencial, e não como vinculativo, o preço mínimo do quilômetro rodado. "Os dados demonstram que o tabelamento provocou uma redução de 0,11% do PIB, a redução de 203 mil empregos e um aumento de 0,34 pontos no IPCA de 2018”, diz a carta entregue ao deputado.

Emenda II

Para Lupion está mais do que provado que a tabela atual do frete não funciona. “Tivemos decréscimo na economia de R$ 7 bilhões, praticamente 200 mil empregos perdidos, isso tudo porque quando o estado entra para regular um setor da economia, ele acaba diminuindo a auto regulação de mercado. E quem paga essa conta não é o governo ou os caminhoneiros. São os produtores rurais”.

Gilmar e Fux em Curitiba

Os ministros do STF, Gilmar Mendes e Luís Fux, estarão em Curitiba nos dias 29 e 31 de maio na sede da OAB do Paraná para participar do Congresso Brasileiro de Direito Processual Constitucional. O encontro vai reunir juristas e especialista e marcará ainda a transmissão do cargo de presidente da Associação Brasileira de Direito Processual Constitucional, que passará do professor da USP, André Ramos Tavares, para o professor da UFPR, Luiz Guilherme Marinoni.

Prêmio internacional

A ex-governadora Cida Borghetti recebeu prêmio de reconhecimento pelo trabalho prestado em prol das crianças e das famílias brasileiras. O prêmio foi entregue durante a cúpula Mundial da Organização Mundial da Família (OMF) que reúne em Lisboa, Portugal, representantes dos cinco continentes. “É uma consagração de muitos anos de trabalho e dedicação às causas da família e primeira infância. Estou muito honrada por esse reconhecimento”, disse Cida ao receber o prêmio da presidente da OMF, Deisi Kusztra.

Delúbio em Curitiba

O ex-tesoureiro do PT, Delúbio Soares, está morando em Curitiba onde cumpre prisão em regime semi-aberto depois de ser condenado pela Justiça Federal. Delúbio trabalha na CUT e tem que se recolher depois das 18h em casa. Dias atrás, Delúbio saboreou uma feijoada, junto com a mulher e um grupo de amigos, em restaurante tradicional no centro da cidade, atendeu os curiosos, tirou fotos e até mostrou a tornozeleira eletrônica.

Farmacêuticos

A Assembleia Legislativa aprovou projeto de lei do deputado Paulo Litro (PSDB) que obriga empresas transportadoras de medicamentos contarem com a presença de farmacêutico em seus quadros técnicos. “O transporte é o momento com maior probabilidade para ocorrerem alterações na qualidade e eficácia dos medicamentos. A presença do farmacêutico nas empresas ajudará a minimizar esses riscos ao longo de todas as etapas da cadeia logística”, disse Paulo Litro.

Itaipu enxuga

O presidente da Itaipu, Joaquim Silva e Luna, resolveu enxugar o escritório da binacional em Curitiba. Os 150 funcionários na capital serão transferidos até 2020 para a sede da usina em Foz do Iguaçu. A Itaipu quer economizar cerca de R$ 2,5 milhões por ano só com o fim do aluguel na capital que terá um pequeno escritório de representação.

Interiorização

“Sou do interior, sou pé vermelho e sabemos que as vezes a distância com a capital é muito maior do que os 500 quilômetros. Com a interiorização ela deixa de ser física e passa a ser de resultados. A partir do momento que se transfere o poder de decisão de Curitiba para a nossa base, a gente consegue perceber a importância do nosso o interior, com cidades fundamentais para a estruturação desse estado pujante que a gente tem” - do deputado Tiago Amaral (PSB) sobre a instalação dos trabalhos da Assembleia Legislativa na Expoingá em Maringá.

___

Da Redação ADI-PR Curitiba

Coluna publicada simultaneamente em 20 jornais e portais associados. Saiba mais em www.adipr.com.br

Desemprego

A taxa de desemprego no País no primeiro trimestre foi de 12,7%. As menores taxas foram em Santa Catarina (7,2%), Rio Grande do Sul (8%) e Paraná e Rondônia (ambos com 8,9%). Os piores resultados foram registrados no Amapá (20,2%), Bahia (18,3%) , Acre (18,0%), Maranhão (16,3%) e Pernambuco (16,15%), Um quarto dos 13,4 milhões de desempregados estão há dois anos ou mais em busca de trabalho, segundo pesquisa do IBGE. Do total de desempregados, 24,8%, ou 3,3 milhões de pessoas, estão nessa condição há dois anos ou mais.

Emenda Lupion

O deputado Pedro Lupion (DEM-PR) recebeu carta de apoio de 46 entidades do setor produtivo à emenda na MP da Liberdade Econômica. Lupion propôs alteração no tabelamento do frete dos caminhoneiros ao definir como referencial, e não como vinculativo, o preço mínimo do quilômetro rodado. "Os dados demonstram que o tabelamento provocou uma redução de 0,11% do PIB, a redução de 203 mil empregos e um aumento de 0,34 pontos no IPCA de 2018”, diz a carta entregue ao deputado.

Emenda II

Para Lupion está mais do que provado que a tabela atual do frete não funciona. “Tivemos decréscimo na economia de R$ 7 bilhões, praticamente 200 mil empregos perdidos, isso tudo porque quando o estado entra para regular um setor da economia, ele acaba diminuindo a auto regulação de mercado. E quem paga essa conta não é o governo ou os caminhoneiros. São os produtores rurais”.

Gilmar e Fux em Curitiba

Os ministros do STF, Gilmar Mendes e Luís Fux, estarão em Curitiba nos dias 29 e 31 de maio na sede da OAB do Paraná para participar do Congresso Brasileiro de Direito Processual Constitucional. O encontro vai reunir juristas e especialista e marcará ainda a transmissão do cargo de presidente da Associação Brasileira de Direito Processual Constitucional, que passará do professor da USP, André Ramos Tavares, para o professor da UFPR, Luiz Guilherme Marinoni.

Prêmio internacional

A ex-governadora Cida Borghetti recebeu prêmio de reconhecimento pelo trabalho prestado em prol das crianças e das famílias brasileiras. O prêmio foi entregue durante a cúpula Mundial da Organização Mundial da Família (OMF) que reúne em Lisboa, Portugal, representantes dos cinco continentes. “É uma consagração de muitos anos de trabalho e dedicação às causas da família e primeira infância. Estou muito honrada por esse reconhecimento”, disse Cida ao receber o prêmio da presidente da OMF, Deisi Kusztra.

Delúbio em Curitiba

O ex-tesoureiro do PT, Delúbio Soares, está morando em Curitiba onde cumpre prisão em regime semi-aberto depois de ser condenado pela Justiça Federal. Delúbio trabalha na CUT e tem que se recolher depois das 18h em casa. Dias atrás, Delúbio saboreou uma feijoada, junto com a mulher e um grupo de amigos, em restaurante tradicional no centro da cidade, atendeu os curiosos, tirou fotos e até mostrou a tornozeleira eletrônica.

Farmacêuticos

A Assembleia Legislativa aprovou projeto de lei do deputado Paulo Litro (PSDB) que obriga empresas transportadoras de medicamentos contarem com a presença de farmacêutico em seus quadros técnicos. “O transporte é o momento com maior probabilidade para ocorrerem alterações na qualidade e eficácia dos medicamentos. A presença do farmacêutico nas empresas ajudará a minimizar esses riscos ao longo de todas as etapas da cadeia logística”, disse Paulo Litro.

Itaipu enxuga

O presidente da Itaipu, Joaquim Silva e Luna, resolveu enxugar o escritório da binacional em Curitiba. Os 150 funcionários na capital serão transferidos até 2020 para a sede da usina em Foz do Iguaçu. A Itaipu quer economizar cerca de R$ 2,5 milhões por ano só com o fim do aluguel na capital que terá um pequeno escritório de representação.

Interiorização

“Sou do interior, sou pé vermelho e sabemos que as vezes a distância com a capital é muito maior do que os 500 quilômetros. Com a interiorização ela deixa de ser física e passa a ser de resultados. A partir do momento que se transfere o poder de decisão de Curitiba para a nossa base, a gente consegue perceber a importância do nosso o interior, com cidades fundamentais para a estruturação desse estado pujante que a gente tem” - do deputado Tiago Amaral (PSB) sobre a instalação dos trabalhos da Assembleia Legislativa na Expoingá em Maringá.

___

Da Redação ADI-PR Curitiba

Coluna publicada simultaneamente em 20 jornais e portais associados. Saiba mais em www.adipr.com.br

Coluna ADI 17/05/2019

Desemprego

A taxa de desemprego no País no primeiro trimestre foi de 12,7%. As menores taxas foram em Santa Catarina (7,2%), Rio Grande do Sul (8%) e Paraná e Rondônia (ambos com 8,9%). Os piores resultados foram registrados no Amapá (20,2%), Bahia (18,3%) , Acre (18,0%),  Maranhão (16,3%) e Pernambuco (16,15%), Um quarto dos 13,4 milhões de desempregados estão há dois anos ou mais em busca de trabalho, segundo pesquisa do IBGE. Do total de desempregados, 24,8%, ou 3,3 milhões de pessoas, estão nessa condição há dois anos ou mais.


Emenda Lupion

O deputado Pedro Lupion (DEM-PR) recebeu carta de apoio de 46 entidades do setor produtivo à emenda na MP da Liberdade Econômica. Lupion propôs alteração no tabelamento do frete dos caminhoneiros ao definir como referencial, e não como vinculativo, o preço mínimo do quilômetro rodado. "Os dados demonstram que o tabelamento provocou uma redução de 0,11% do PIB, a redução de 203 mil empregos e um aumento de 0,34 pontos no IPCA de 2018”, diz a carta entregue ao deputado.


Emenda II

Para Lupion está mais do que provado que a tabela atual do frete não funciona. “Tivemos decréscimo na economia de R$ 7 bilhões, praticamente 200 mil empregos perdidos, isso tudo porque quando o estado entra para regular um setor da economia, ele acaba diminuindo a auto regulação de mercado. E quem paga essa conta não é o governo ou os caminhoneiros. São os produtores rurais”.


Gilmar e Fux em Curitiba

Os ministros do STF, Gilmar Mendes e Luís Fux, estarão em Curitiba nos dias 29 e 31 de maio na sede da OAB do Paraná para participar do Congresso Brasileiro de Direito Processual Constitucional. O encontro vai reunir juristas e especialista e marcará ainda a transmissão do cargo de presidente da Associação Brasileira de Direito Processual Constitucional, que passará do professor da USP, André Ramos Tavares, para o professor da UFPR, Luiz Guilherme Marinoni.


Prêmio internacional

A ex-governadora Cida Borghetti recebeu prêmio de reconhecimento pelo trabalho prestado em prol das crianças e das famílias brasileiras. O prêmio foi entregue durante a cúpula Mundial da Organização Mundial da Família (OMF) que reúne em Lisboa, Portugal, representantes dos cinco continentes. “É uma consagração de muitos anos de trabalho e dedicação às causas da família e primeira infância. Estou muito honrada por esse reconhecimento”, disse Cida ao receber o prêmio da presidente da OMF, Deisi Kusztra.


Delúbio em Curitiba

O ex-tesoureiro do PT, Delúbio Soares, está morando em Curitiba onde cumpre prisão em regime semi-aberto depois de ser condenado pela Justiça Federal. Delúbio trabalha na CUT e tem que se recolher depois das 18h em casa. Dias atrás, Delúbio saboreou uma feijoada, junto com a mulher e um grupo de amigos, em restaurante tradicional no centro da cidade, atendeu os curiosos, tirou fotos e até mostrou a tornozeleira eletrônica.  


Farmacêuticos

A Assembleia Legislativa aprovou projeto de lei do deputado Paulo Litro (PSDB) que obriga empresas transportadoras de medicamentos contarem com a presença de farmacêutico em seus quadros técnicos. “O transporte é o momento com maior probabilidade para ocorrerem alterações na qualidade e eficácia dos medicamentos. A presença do farmacêutico nas empresas ajudará a minimizar esses riscos ao longo de todas as etapas da cadeia logística”, disse Paulo Litro.


Itaipu enxuga

O presidente da Itaipu, Joaquim Silva e Luna, resolveu enxugar o escritório da binacional em Curitiba. Os 150 funcionários na capital serão transferidos até 2020 para a sede da usina em Foz do Iguaçu. A Itaipu quer economizar cerca de R$ 2,5 milhões por ano só com o fim do aluguel na capital que terá um pequeno escritório de representação.

 

Interiorização

“Sou do interior, sou pé vermelho e sabemos que as vezes a distância com a capital é muito maior do que os 500 quilômetros. Com a interiorização ela deixa de ser física e passa a ser de resultados. A partir do momento que se transfere o poder de decisão de Curitiba para a nossa base, a gente consegue perceber a importância do nosso o interior, com cidades fundamentais para a estruturação desse estado pujante que a gente tem” - do deputado Tiago Amaral (PSB) sobre a instalação dos trabalhos da Assembleia Legislativa na Expoingá em Maringá.

 

Da Redação ADI-PR Curitiba

Coluna publicada simultaneamente em 20 jornais e portais associados. Saiba mais em www.adipr.com.br  


 

Fim da aposentadoria

O deputado Hussein Bakri (PSD) comemorou a aprovação da PEC que põe fim à aposentadoria de ex-governadores. A extinção valerá daqui para frente. Bakri votou a favor do corte para quem já tem a aposentadoria, mas a proposta não atingiu os 33 votos necessários para ser aprovada. “Os brasileiros mandaram um recado bem claro nas urnas de que não toleram mais privilégios. Não podemos mais admitir que alguém – independentemente de quem seja – passe apenas seis meses no cargo e leve uma aposentadoria de mais de R$ 30 mil para o resto da vida”, disse o líder do Governo.

TV Paraná Turismo

“É o nosso compromisso com o setor do turismo. O país todo terá a oportunidade de nos conhecer. O Paraná sai na frente de uma maneira inovadora. Não tenho dúvida de que será um sucesso. Se a ideia é boa, não tem problema copiarem. Só espero trazer mais turistas do que eles”, do governador Ratinho Junior (PSD) ao lança a TV Paraná Turismo.  

Marcha para Jesus

A Marcha para Jesus completa 25 anos e deve reunir pelo menos 200 mil pessoas na nova edição no próximo domingo, 19, em Curitiba. Um grande ato, com shows, está marcado para seu encerramento na Praça Nossa Senhora da Salete em frente ao Palácio Iguaçu.

Até quando?

"Estamos em maio e os graves problemas do país, concentrados no desemprego e em milhares de obras paralisadas, permanecem inalterados. A economia estancou, à espera da aprovação da reforma da Previdência, o pontapé inicial para que a máquina pública possa dar os primeiros passos na direção da confiança externa e no caminho da retomada dos investimentos" - do presidente da Associação Comercial do Paraná, Marcos Domakoski.  

Parecer da OAB

O presidente da OAB-PR, Cassio Telles, entregou o presidente da Assembleia, Ademar Traiano (PSDB), parecer sobre o projeto de lei escola sem partido. Telles disse que trata-se de parecer dentro das normas constitucionais e do direito brasileiro. Traiano vai encaminhar o documento aos deputados para que possam fazer uma análise técnica e jurídica sobre o tema. A questão da escola sem partido é um dos temas que gera mais polêmica na sociedade. Para Traiano, iniciativas como as da OAB e de outras entidades servem para enriquecer o debate.

Canudos plásticos

O deputado Paulo Litro (PSDB) presidiu a audiência pública sobre o projeto de lei que prevê a proibição do uso de canudos e copos plásticos e disse que a poluição de resíduos plásticos é um problema real e deve ser enfrentado pela sociedade. "Esse projeto de lei busca diminuir o impacto na natureza ao mesmo tempo que une diferentes setores e segmentos da nossa sociedade para discutir iniciativas que equilibrem a sustentabilidade com a viabilidade econômica e de fiscalização”. 

Leilão de Moro

O ministro Sergio (Justiça e Segurança Pública) adiantou que o governo vai enviar ao Congresso Nacional uma medida provisória que facilita a venda dos bens apreendidos em ações de combate ao narcotráfico. “Estamos com uma MP no forno para apresentar ao Congresso Nacional. Ela traz medidas muito pontuais para facilitar a venda de bens [apreendidos] e a administração desses recursos mesmo antes do trânsito em julgado”, disse Moro.

Leilão II

A melhor forma de fazer com que o crime de tráfico de drogas não compense, afirma Moro, é privar as organizações criminosas dos bens e recursos financeiros obtidos com práticas ilícitas. “Não basta que o criminoso enfrente a sanção da pena privativa de liberdade. É importante privá-lo dos recursos para que ele não continue na sua atividade”, defende.

Nota Paraná

A Assembleia Legislativa faz sessão especial nesta segunda-feira, 20, por proposição do deputado Romanelli (PSB), em homenagem aos quatro anos do Programa Nota Paraná. Nesse período, o programa já devolveu R$ 1,4 bilhão aos paranaenses entre créditos e prêmios. “O Nota Paraná é um programa que incentiva o consumidor paranaense a exigir o documento fiscal no momento de uma compra e devolve 30% do ICMS recolhido”, explicou Romanelli. 

___

Da Redação ADI-PR Curitiba

Coluna publicada simultaneamente em 22 jornais e portais associados. Saiba mais em www.adipr.com.br

Coluna ADI 16/05/2019

Fim da aposentadoria

O deputado Hussein Bakri (PSD) comemorou a aprovação da PEC que põe fim à aposentadoria de ex-governadores. A extinção valerá daqui para frente. Bakri votou a favor do corte para quem já tem a aposentadoria, mas a proposta não atingiu os 33 votos necessários para ser aprovada. “Os brasileiros mandaram um recado bem claro nas urnas de que não toleram mais privilégios. Não podemos mais admitir que alguém – independentemente de quem seja – passe apenas seis meses no cargo e leve uma aposentadoria de mais de R$ 30 mil para o resto da vida”, disse o líder do Governo.


TV Paraná Turismo

“É o nosso compromisso com o setor do turismo. O país todo terá a oportunidade de nos conhecer. O Paraná sai na frente de uma maneira inovadora. Não tenho dúvida de que será um sucesso. Se a ideia é boa, não tem problema copiarem. Só espero trazer mais turistas do que eles”, do governador Ratinho Junior (PSD) ao lança a TV Paraná Turismo.  


Marcha para Jesus

A Marcha para Jesus completa 25 anos e deve reunir pelo menos 200 mil pessoas na nova edição no próximo domingo, 19, em Curitiba. Um grande ato, com shows, está marcado para seu encerramento na Praça Nossa Senhora da Salete em frente ao Palácio Iguaçu.


Até quando?

"Estamos em maio e os graves problemas do país, concentrados no desemprego e em milhares de obras paralisadas, permanecem inalterados. A economia estancou, à espera da aprovação da reforma da Previdência, o pontapé inicial para que a máquina pública possa dar os primeiros passos na direção da confiança externa e no caminho da retomada dos investimentos" - do presidente da Associação Comercial do Paraná, Marcos Domakoski.  


Parecer da OAB

O presidente da OAB-PR, Cassio Telles, entregou o presidente da Assembleia, Ademar Traiano (PSDB), parecer sobre o projeto de lei escola sem partido. Telles disse que trata-se de parecer dentro das normas constitucionais e do direito brasileiro. Traiano vai encaminhar o documento aos deputados para que possam fazer uma análise técnica e jurídica sobre o tema. A questão da escola sem partido é um dos temas que gera mais polêmica na sociedade. Para Traiano, iniciativas como as da OAB e de outras entidades servem para enriquecer o debate.


Canudos plásticos

O deputado Paulo Litro (PSDB) presidiu a audiência pública sobre o projeto de lei que prevê a proibição do uso de canudos e copos plásticos e disse que a poluição de resíduos plásticos é um problema real e deve ser enfrentado pela sociedade. "Esse projeto de lei busca diminuir o impacto na natureza ao mesmo tempo que une diferentes setores e segmentos da nossa sociedade para discutir iniciativas que equilibrem a sustentabilidade com a viabilidade econômica e de fiscalização”. 


Leilão de Moro

O ministro Sergio (Justiça e Segurança Pública) adiantou que o governo vai enviar ao Congresso Nacional uma medida provisória que facilita a venda dos bens apreendidos em ações de combate ao narcotráfico. “Estamos com uma MP no forno para apresentar ao Congresso Nacional. Ela traz medidas muito pontuais para facilitar a venda de bens [apreendidos] e a administração desses recursos mesmo antes do trânsito em julgado”, disse Moro.


Leilão II

A melhor forma de fazer com que o crime de tráfico de drogas não compense, afirma Moro, é privar as organizações criminosas dos bens e recursos financeiros obtidos com práticas ilícitas. “Não basta que o criminoso enfrente a sanção da pena privativa de liberdade. É importante privá-lo dos recursos para que ele não continue na sua atividade”, defende.


Nota Paraná

A Assembleia Legislativa faz sessão especial nesta segunda-feira, 20, por proposição do deputado Romanelli (PSB), em homenagem aos quatro anos do Programa Nota Paraná. Nesse período, o programa já devolveu R$ 1,4 bilhão aos paranaenses entre créditos e prêmios. “O Nota Paraná é um programa que incentiva o consumidor paranaense a exigir o documento fiscal no momento de uma compra e devolve 30% do ICMS recolhido”, explicou Romanelli. 


Da Redação ADI-PR Curitiba

Coluna publicada simultaneamente em 21 jornais e portais associados. Saiba mais em www.adipr.com.br


 

Sem corrupção

“O respeito à moralidade e à eficiência administrativa não pode ficar apenas no discurso. Por isso, o governador Ratinho Junior está colocando essas medidas no papel e fazendo do Paraná o primeiro Estado do país com um programa dessa natureza. O recado das urnas foi claro: a corrupção não será tolerada em nenhum nível da administração estadual”, disse o deputado Hussein Bakri (PSD), líder do governo, a respeito da aprovação do Programa de Complaine pela Assembleia Legislativa.

Cortes nas universidades

A Assembleia Legislativa aprovou requerimento dos deputados Romanelli (PSB) e Professor Lemos (PT) para ouvir os reitores das universidades federais sobre os cortes de 30% das verbas de  custeio. O reitor da UFPR, Ricardo Marcelo Fonseca, vai falar em nome das quatros instituições - UFPR, UTFPR, IFPR e Unila - que apontam cortes de mais de R$ 120 milhões. "As universidades públicas constituem o maior sistema de formação de recursos humanos, produção de conhecimento, desenvolvimento tecnológico, prestação de serviços à sociedade e promoção da cidadania do país”, disse Romanelli.

Cortes II

São mais de 100 mil estudantes atendidos pelas instituições federais de ensino no Paraná. A UFPR e a UTFPR atendem 33 mil alunos cada uma; a Unila atende seis mil estudantes e o Instituto Federal do Paraná conta com 20.199 alunos em cursos presenciais e 10.029 à distância.  

Cascavel na frente

O prefeito Leonaldo Paranhos (PSC) adianta que Cascavel já atingiu a meta mínima de cobertura vacinal exigida pelo Ministério da Saúde e é a primeira cidade do Paraná com mais de 100 mil moradores a vacinar pelo menos 90% do público-alvo da campanha contra a gripe. Com 86.463 doses aplicadas, Cascavel já está com 90,18% das pessoas que pertencem aos grupos prioritários imunizadas.

Assembleia em Maringá

A Assembleia Legislativa se instala a partir de hoje até sexta-feira, 17, na Expoingá em Maringá. “A Assembleia Legislativa chega em uma das mais importantes feiras agropecuárias, a Expoingá. Os deputados estaduais vão participar dos debates que irão tratar do desenvolvimento do agronegócio no estado. Assim, será possível receber prefeitos, população e empresários para discutir temas importantes e propor novas leis para beneficiar os setores agrícola, pecuário e industrial do Paraná”, disse o presidente do legislativo, deputado Ademar Traiano (PSDB).

Última ação

A última ação contra o pedágio no Paraná tramita na 2ª Vara Federal de Curitiba e pede a nulidade dos aditivos e de diversas alterações nos contratos das concessões entre o Estado e as empresas. O processo proposto em 2013, pelo próprio Instituto Brasil Transportes, presidido pelo ex-deputado Acir Mezzadri, ganhou força e respaldo nos últimos meses com as operações da Lava Jato e com a polêmica dos acordos de leniência das concessionárias com o Ministério Público Federal .

Alerta

Mezzadri disse que as operações da Lava Jato confirmaram o que o Instituto vem alertando há 21 anos. “A população do Paraná é lesada desde o fim da década de 90 por contratos contrários ao interesse público que foram alterados irregularmente. Somos obrigados a trafegar por estradas em pista simples pagando altas tarifas. Há um custo enorme para a produção paranaense que reflete em toda a cadeia produtiva do país”, afirma. 

Sem aumento

Medida cautelar do Tribunal de Contas do Estado suspendeu o reajuste de 12,13% na conta de água que passaria a valer a partir desta sexta-feira, 17. O comunicado foi feito pela própria Sanepar. "O reajuste é uma aberração travestida de uma teia de números, que visam distribuir lucros aos acionistas", diz a inspetoria do TCE. 

Câmara de Comércio

Será nesta quinta-feira, 16, em Curitiba, o lançamento da Câmara de Comércio Asiática. A câmara será presidida por Yao Peng Huang e teve iniciativa de criação de empresários brasileiros e asiáticos que identificaram ausência de representação no Sul do Brasil, visando fomentar e promover uma mais intensa relação comercial e cultural com a Ásia.

Moro e Bolsonaro

O deputado Ricardo Barros (PP-PR) disse que o ministro Sérgio Moro (Justiça e Segurança Pública) deseja o lugar do presidente Jair Bolsonaro (PSL). "Moro queria o STF. Era difícil sair de juiz de primeira instância para o STF. Causaria rejeição na corporação dos magistrados. Aceitou o Ministério da Justiça como trampolim e transição. Agora diz que não, desmentindo Bolsonaro, porque quer o lugar dele, a presidência do Brasil", disse Ricardo Barros no twitter.

___

Da Redação ADI-PR Curitiba

Coluna publicada simultaneamente em 22 jornais e portais associados. Saiba mais em www.adipr.com.br

Coluna ADI 15/05/2019

Sem corrupção

“O respeito à moralidade e à eficiência administrativa não pode ficar apenas no discurso. Por isso, o governador Ratinho Junior está colocando essas medidas no papel e fazendo do Paraná o primeiro Estado do país com um programa dessa natureza. O recado das urnas foi claro: a corrupção não será tolerada em nenhum nível da administração estadual”, disse o deputado Hussein Bakri (PSD), líder do governo, a respeito da aprovação do Programa de Complaine pela Assembleia Legislativa.


Cortes nas universidades

A Assembleia Legislativa aprovou requerimento dos deputados Romanelli (PSB) e Professor Lemos (PT) para ouvir os reitores das universidades federais sobre os cortes de 30% das verbas de  custeio. O reitor da UFPR, Ricardo Marcelo Fonseca, vai falar em nome das quatros instituições - UFPR, UTFPR, IFPR e Unila - que apontam cortes de mais de R$ 120 milhões. "As universidades públicas constituem o maior sistema de formação de recursos humanos, produção de conhecimento, desenvolvimento tecnológico, prestação de serviços à sociedade e promoção da cidadania do país”, disse Romanelli.


Cortes II

São mais de 100 mil estudantes atendidos pelas instituições federais de ensino no Paraná. A UFPR e a UTFPR atendem 33 mil alunos cada uma; a Unila atende seis mil estudantes e o Instituto Federal do Paraná conta com 20.199 alunos em cursos presenciais e 10.029 à distância.  


Cascavel na frente

O prefeito Leonaldo Paranhos (PSC) adianta que Cascavel já atingiu a meta mínima de cobertura vacinal exigida pelo Ministério da Saúde e é a primeira cidade do Paraná com mais de 100 mil moradores a vacinar pelo menos 90% do público-alvo da campanha contra a gripe. Com 86.463 doses aplicadas, Cascavel já está com 90,18% das pessoas que pertencem aos grupos prioritários imunizadas.


Assembleia em Maringá

A Assembleia Legislativa se instala a partir de hoje até sexta-feira, 17, na Expoingá em Maringá. “A Assembleia Legislativa chega em uma das mais importantes feiras agropecuárias, a Expoingá. Os deputados estaduais vão participar dos debates que irão tratar do desenvolvimento do agronegócio no estado. Assim, será possível receber prefeitos, população e empresários para discutir temas importantes e propor novas leis para beneficiar os setores agrícola, pecuário e industrial do Paraná”, disse o presidente do legislativo, deputado Ademar Traiano (PSDB).


Última ação

A última ação contra o pedágio no Paraná tramita na 2ª Vara Federal de Curitiba e pede a nulidade dos aditivos e de diversas alterações nos contratos das concessões entre o Estado e as empresas. O processo proposto em 2013, pelo próprio Instituto Brasil Transportes, presidido pelo ex-deputado Acir Mezzadri, ganhou força e respaldo nos últimos meses com as operações da Lava Jato e com a polêmica dos acordos de leniência das concessionárias com o Ministério Público Federal .


Alerta

Mezzadri disse que as operações da Lava Jato confirmaram o que o Instituto vem alertando há 21 anos. “A população do Paraná é lesada desde o fim da década de 90 por contratos contrários ao interesse público que foram alterados irregularmente. Somos obrigados a trafegar por estradas em pista simples pagando altas tarifas. Há um custo enorme para a produção paranaense que reflete em toda a cadeia produtiva do país”, afirma. 


Sem aumento

Medida cautelar do Tribunal de Contas do Estado suspendeu o reajuste de 12,13% na conta de água que passaria a valer a partir desta sexta-feira, 17. O comunicado foi feito pela própria Sanepar. "O reajuste é uma aberração travestida de uma teia de números, que visam distribuir lucros aos acionistas", diz a inspetoria do TCE. 


Câmara de Comércio

Será nesta quinta-feira, 16, em Curitiba, o lançamento da Câmara de Comércio Asiática. A câmara será presidida por Yao Peng Huang e teve iniciativa de criação de empresários brasileiros e asiáticos que identificaram ausência de representação no Sul do Brasil, visando fomentar e promover uma mais intensa relação comercial e cultural com a Ásia.


Moro e Bolsonaro

O deputado Ricardo Barros (PP-PR) disse que o ministro Sérgio Moro (Justiça e Segurança Pública) deseja o lugar do presidente Jair Bolsonaro (PSL). "Moro queria o STF. Era difícil sair de juiz de primeira instância para o STF. Causaria rejeição na corporação dos magistrados. Aceitou o Ministério da Justiça como trampolim e transição. Agora diz que não, desmentindo Bolsonaro, porque quer o lugar dele, a presidência do Brasil", disse Ricardo Barros no twitter.


Da Redação ADI-PR Curitiba

Coluna publicada simultaneamente em 21 jornais e portais associados. Saiba mais em www.adipr.com.br