Saúde

Cianorte ultrapassa meta de vacinação contra a gripe

 Balanço divulgado pela 13ª Regional de Saúde apontou que 93% do público prioritário da campanha já recebeu a vacina na cidade
Apesar do bom resultado na campanha, 13ª Regional ainda busca melhorar cobertura de vacinação entre gestantes e crianças na cidade. (Foto: Venilton Küchler/AEN)

Um balanço realizado pela 13ª Regional de Saúde apontou que Cianorte ultrapassou a meta de vacinação contra a influenza. Até a tarde de ontem (12), 93% do grupo prioritário da campanha havia recebido a vacina. O objetivo era atingir 80%.

Na avaliação da diretora da 13ª Regional, Adriana Gonçalves a expectativa dos agentes de saúde foi superada, no entanto ainda é possível avançar. “Em alguns grupos como é o caso das crianças e gestantes podemos aumentar um pouco mais. Por isso vamos intensificar essa vacinação e atender esse público de forma contínua”, informou.

Na visão da diretora, apesar da vacina ser comprovadamente eficaz e segura alguns fatores tem afastado grupos prioritários da imunização. “Sabemos que são poucos, mas alguns obstetras contraindicam a vacina. Talvez seja este um dos motivos da cobertura entre as gestantes estar um pouco abaixo do esperado. No entanto a vacina é comprovadamente segura e não tem contraindicação”, destacou.

Na última semana, a campanha foi ampliada e passa a contemplar também crianças com até seis anos incompletos e as pessoas com mais de 55 anos, cobradores e motoristas de ônibus de transporte público, cuidadores de pessoas vulneráveis (como idosos e acamados) e população em situação de rua. Mesmo após o término da Campanha nacional de vacinação contra a gripe, o público-alvo inicial continua sendo atendido. Ainda devem procurar a vacina crianças de seis meses a menores de cinco anos, gestantes, puérperas, idosos, doentes crônicos, profissionais de saúde e professores.

REAÇÕES ADVERSAS

Após a aplicação da vacina pode ocorrer, de forma rara, dor no local da injeção, eritema e enrijecimento. São manifestações consideradas comuns, cujos efeitos costumam passar em 48 horas. A vacina é contraindicada para pessoas com história de reação anafilática prévia em doses anteriores ou para pessoas que tenham alergia grave relacionada a ovo de galinha e seus derivados. É importante procurar o médico para mais orientações.

LOCAIS PARA VACINAÇÃO

Unidades Básicas de Saúde (UBS) de Cianorte, das 7h30 às 11h30 e das 13h às 17h

Unidades Básicas de Saúde (UBS) dos distritos de Vidigal e São Lourenço, das 7h30 às 11h30 e das 13h às 16h30

Sala de Vacina (Avenida Allan Kardec, nº 741 – próxima ao Corpo de Bombeiros), das 8h às 17h30, sem pausa para almoço.

* Para receber a dose, as crianças precisam apresentar a carteirinha de vacinação; as gestantes a caderneta do pré-natal; e os adultos um documento de identidade com foto.