Blogs | Newsletter | Fale Conosco |
Cotidiano

Piracema inicia com várias prisões no rio Ivaí

04/11/2009 às 12:46 - Atualizado em 26/08/2014 às 18:50

No primeiro final de semana de piracema – período reservado à migração dos peixes para reprodução, quando a pesca é restrita ou totalmente proibida – seis pessoas foram detidas por estarem praticando pesca ilegal no rio Ivaí, na região de Cianorte. Houve ainda sete autuações. O primeiro caso foi registrado no domingo, primeiro dia da piracema, por volta das 12h, através de denúncia anônima.

Policiais da Força Verde foram até a Balsa Velha, no rio Ivaí, próximo ao município de Japurá. Segundo o denunciante, pessoas pescavam há horas na margem do rio Ivaí. A polícia encontrou Edson de Proença, Luiz Carlos da Silva e Sidnei Alves, que tinham em um recipiente cerca de cinco quilos de peixes. Eles tinham um barco de alumínio de seis metros, que foi apreendido e repassado ao proprietário, que passou ser fiel depositário. Cada pescador foi multado em R$ 700,00 por praticarem pesca durante a piracema. Eles foram levados à delegacia de polícia e pagaram fiança de R$ 500,00 para responder o processo em liberdade.

Outro caso foi registrado na madrugada desta terça-feira (3). Policiais da Força Verde em patrulhamento pelo rio Ivaí encontraram uma embarcação com pescadores retirando uma rede do rio por volta de 1h da manhã. Na abordagem, os policiais constataram que a rede tinha 60 metros de comprimento por três de altura. Como a pesca está proibida, foram autuados o metalúrgico Mauro Bernadelli, 44, Ademilson Martins Bonilha, 31, e Everton Bibiano da Silva.

Para estes pescadores houve um agravante. Além da multa de R$ 700,00 por pesca em período proibido eles vão responder por usar equipamento de pesca predatória. A rede praticamente atravessava o rio, por esta razão tiveram que pagar mais uma multa de R$ 700,00 e foram levados a delegacia, onde pagaram fiança de R$ 500,00 para serem liberados, mas responderão pelo crime.

Segundo o sargento Marcelo Donizete Fanti, todos os pescadores flagrados serão autuados. “A legislação está aí para ser seguida. Avisamos para que pesquem no rio Ivaí. Estamos atentos, trabalhando para garantir que a piracema aconteça da forma tranqüila. Não faremos vistas grossas. Quem for flagrado responderá na Justiça”, afirmou. Os pescadores também poderão perder o material de pesca, se for o entendimento da Justiça.

Na madrugada desta terça-feira, quando os policiais abortavam os barcos em Japurá, já encerrando as atividades, Célio Coninkc, 32 anos, morador de São Carlos do Ivaí, foi flagrado com um canário terra e um alçapão para captura de pássaros. Ele também foi detido e levado para a delegacia.

Publicidade
Publicidade
Imagem do Dia

Richa sobe três pontos e chega em 47% das intenções de voto

Publicidade